Prefeito de Castro renuncia para concorrer a deputado estadual

Atendendo ao que determina a Lei Eleitoral, ocupante de função executiva para concorrer a outro cargo, precisa se desligar em definitivo.

O prefeito de Castro, Moacyr Elias Fadel Júnior, protocolou na Câmara Municipal na tarde desta segunda-feira (28/03) pedido de renúncia do cargo a partir de 31 de março. Fadel vai concorrer a uma cadeira na Assembleia Legislativa do Paraná, depois de ter ocupado por quatro vezes a prefeitura local.

Atendendo ao que determina a Lei Eleitoral, ocupante de função executiva para concorrer a outro cargo, precisa se desligar em definitivo. Cabe ao Legislativo empossar o vice-prefeito, Álvaro Telles, no cargo de prefeito do município.

O presidente da Câmara de Vereadores, Neto Fadel (Patriota), comenta que o prefeito irá concorrer ao cargo de deputado estadual nas eleições gerais de outubro deste ano e por este motivo renuncia a prefeitura. Pela Lei Complementar nº 64 de 1990, os representantes do poder executivo devem renunciar aos respectivos mandatos até seis meses antes do pleito para concorrer a outros cargos.

Neto Fadel destaca que as gestões de Moacyr modificaram a história de Castro. “Moacyr é um prefeito diferenciado e uma referência na nossa região. Reergueu as finanças do município, investiu na cidade e no interior com recursos próprios em diversas obras, buscou investimentos nas esferas estadual e municipal. Com certeza Castro está muito melhor hoje, e isso é fruto do trabalho e comprometimento dele”, menciona.