Olimpíadas de Inverno: doping de patinadora russa de 15 anos é confirmado

Após dias de especulação, a Agência Internacional de Testagem (ITA, na sigla em inglês) confirmou na madrugada desta sexta-feira que a patinadora russa Kamila Valieva, de 15 anos, teve um resultado positivo em exame antidoping antes das Olimpíadas de Inverno Pequim 2022. Contudo, a Agência Antidoping da Rússia (RUSADA) retirou a suspensão preventiva da atleta. A ITA, em nome do Comitê Olímpico Internacional (COI), vai recorrer no Conselho Arbitral do Esporte (CAS) contra a decisão.


Valieva testou positivo em 25 de dezembro, em teste feito durante o Campeonato Russo de Patinação Artística. A contraprova feita com a mesma amostra, em 8 de fevereiro, também deu positivo. A agência confirmou que a substância era trimetazidina, medicamento que é usado para tratar angina e outros problemas cardiovasculares. Depois do resultado do dia 8, a agência russa decidiu suspender Valieva provisoriamente, mas voltou atrás depois de uma apelação da atleta. Isso permitiu a Valieva treinar em Pequim.


Se a apelação for acolhida pelo CAS, Kamila e a equipe do Comitê Olímpico Russo (ROC) podem perder a medalha de ouro conquistada na disputa por equipes, no dia 7 de fevereiro, véspera do resultado final do exame. A decisão deve ser tomada até o dia 15, quando Valieva volta a competir.


Fonte.: globoesporte.com