Maior comunidade Ucraniana no Brasil, Prudentópolis termina dia com missa e oração

“Sabemos da história o quanto nossos entes queridos sofreram no regime da União Soviética. Deportados, assassinados, viviam na clandestinidade. Ninguém quer essa situação de volta”, disse o bispo Dom Meron Mazur

(Foto: Beatriz Frehner)

RicMais- O Brasil tem a quarta maior comunidade ucraniana do mundo, com 600 mil descendentes. 80% deles estão no Paraná. E Prudentópolis é a maior coumindade ucraniana brasileira, onde 75% dos moradores são filhos, netos e bisnetos de ucranianos.

A cidade terminou a quinta-feira com manifestações culturais na praça central. Muitos moradores foram vestidos com ropas típicas, cantaram o hino da Ucrânia e do Brasil, simbolizando a união entre os dois países, fizeram orações e ouviram a fala do bispo Dom Meron Mazur.

“Aqui já somos a terceira, quarta geração de descentedes. Mas carregamos dentro de nós a carga emocional, afetiva, religiosa. E sabemos da história o quanto nossos entes queridos sofreram no regime da União Soviética. Muitos deportados, assassinados, viviam na clandestinidade. Isso nos deixa preocupados, porque ninguém quer que volte essa situação”, preocupou-se o bispo, em sua fala em praça pública.