Médicos ainda investigam a causa do coma profundo de Paulinha Abelha

Apesar da grave situação da cantora, os profissionais ainda não revelaram a causa do Glasgow 3, pior estágio para a situação

Gabriel Lima/Metrópoles

Reprodução/Instagram


Durante uma coletiva de imprensa, realizada nesta terça-feira (22/2), os médicos atualizaram a situação de Paulinha Abelha. Ela está com o grau de Glasgow 3, considerado o pior estágio do coma que existe. Entretanto, os profissionais ainda investigam a causa que a levou para essa situação.


“Novos exames foram realizados, o contato com o hospital prévio continua acontecendo. Repetimos a ressonância cerebral para tentar identificar o motivo do coma. Outros exames clínicos e neurológicos também foram realizados. De sexta-feira para cá o quadro neurológico segue inalterado. A alteração que conseguimos identificar na ressonância foi um quadro de inflamação da membrana que envolve o cérebro”, afirmou um dos profissionais presentes na coletiva.