Jim Carrey critica palmas a Will Smith no Oscar: “Não tem escrúpulos”

O ator também garantiu que, no lugar de Chris Rock, teria processado o marido de Jada Pinkett Smith: "Ele não quis ter o trabalho"

Jim Carrey se posicionou sobre o tapa dado por Will Smith em Chris Rock na noite do Oscar, no último domindo (27/3). Em entrevista no programa CBS Mornings, o ator afirmou ter se sentido enojado pela plateia da premiação ter aplaudido Smith de pé. “Hollywood não tem escrúpulos e tive a sensação que foi uma indicação clara de que não somos mais um clube legal”, disse sobre Smith ter sido premiado com a estatueta de Melhor Ator do ano.

Carrey também garantiu que, no lugar de Chris Rock, teria processado o marido de Jada Pinkett Smith. “Ele não quis ter o trabalho”, continuou o ator. “Eu teria avisado pela manhã que iria processar o Will em 200 milhões de dólares porque aquele vídeo existirá para sempre e será onipresente. Esse insulto irá durar por muito tempo. Se você quiser, pode gritar algo da plateia ou mostrar que não gostou no Twitter, mas você não tem o direito de subir no palco e bater no rosto de alguém porque a pessoa disse palavras”, opinou o veterano.