Fevereiro Lilás traz luz sobre doenças raras no Paraná

Mês foi escolhido para promover ações de conscientização de casos que acometem 300 milhões de pessoas no mundo – 13 milhões no Brasil.

Fevereiro foi escolhido para promover ações de conscientização de casos que acometem 300 milhões de pessoas no mundo – 13 milhões no Brasil.Créditos:Pedro de Oliveira/Alep

A pequena Lua, filha do apresentador Tiago Leifert e da jornalista Daiana Garbin, ganhou os noticiários no último sábado (29). Os pais foram a público contar sobre o retinoblastoma, um câncer ocular descoberto na criança de apenas 1 ano e 3 meses. Um alerta que pode ajudar outras famílias que se vêm diante de uma doença rara.

Para chegar ao diagnóstico de um caso raro, a grande maioria dos pacientes peregrina por vários médicos até descobrir que possui uma doença geralmente sem cura, crônica, progressiva, degenerativa e muitas vezes com risco de morte.

Um sofrimento enorme