Eduardo Costa é condenado após chamar Fernanda Lima de “imbecil”

O processo foi movido após o cantor alegar, em 2018, que Fernanda era uma "imbecil" e que usava "mamata" no programa Amor & Sexo

Juliana Barbosa/Metrópoles

Reprodução/Instagram


O cantor Eduardo Costa se envolveu em mais uma polêmica. Desta vez, o sertanejo terá que prestar serviços comunitários por oito meses e pagar multa de 26 salários mínimos a Fernanda Lima, pelo crime de difamação.


A decisão foi da juíza Maria Tereza Donatti e divulgada, inicialmente, pelo colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo.


O processo foi movido após o cantor alegar, em 2018, que Fernanda era uma “imbecil” e que se utilizava de “mamata” para apresentar o programa Amor & Sexo para “maconheiro e bandido”.