Camabaraense que caiu de parapente em SAP não corre risco de vida diz filha

ELE É DE CAMBARÁ, ESTÁ NA SANTA CASA DE JACAREZINHO; ACIDENTE ACONTECEU EM SANTO ANTÔNIO DA PLATINA


Por NPDIÁRIO

Paulo César Rosa (foto), de 46 anos, sofreu uma queda de parapente num canavial , aproximadamente dez metros de altura, em torno de 17h10m da última quinta-feira, dia dez, em Santo Antônio da Platina. Ele é de Cambará e um amigo voava em outra aeronave igual, mas não se machucou. Foi uma rajada transversal que atingiu Paulo César, e quando tentava pousar, perdeu o controle.

O homem e seu acompanhante, Milton, frequentemente pulavam do Morro do Carrapicho. O colega desceu normalmente e não se feriu.

Uma das filhas, Danieli, chegou a pedir mais orações ao pai, mas a outra filha, Amanda, informou ao Npdiario no início da noite deste domingo, dia 13, que o genitor não corre risco de morte, está em quarto normal e deverá receber alt