Câmera flagra servidor abastecendo carro particular com dinheiro público em Carlópolis

MPPR denuncia por falsidade ideológica e peculato servidor comissionado de Carlópolis que abasteceu carro particular com recursos públicos

O Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça de Carlópolis, no Norte Pioneiro do estado, ofereceu denúncia criminal contra um servidor público municipal comissionado. A denúncia aponta os crimes de peculato e falsidade ideológica.

Conforme o MPPR, o servidor, aproveitando-se do cargo, teria usado recursos do Município para abastecer seu carro particular. Para usar o dinheiro público, ele teria ainda feito inserir dados falsos na nota fiscal, como se o combustível fosse destinado a veículo do Município. O fato foi gravado por câmeras do posto de combustíveis.

As penas previstas no Código Penal são de 2 a 12 anos de reclusão mais multa para o crime de peculato e de 1 a 3 anos de reclusão mais multa para o crime de falsidade ideológica.