Assentamento de Carlópolis deverá receber energia elétrica nesta semana

APÓS ATUAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO; SÃO 50 FAMÍLIAS


O assentamento Elias Gonçalves de Meura, na zona rural de Carlópolis, no Norte Pioneiro do estado, deverá receber energia elétrica nesta semana. A instalação de 35 ligações será feita pela Companhia Paranaense de Energia (Copel), após intervenção do Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça da comarca.

Regularizado pelo Incra há quase cinco anos, o assentamento, que abriga aproximadamente 50 famílias, estava sem energia. O MPPR buscou resolver o problema extrajudicialmente, emitindo recomendações administrativas, em maio do ano passado, para o Município e a Copel. Ao Município, recomendou que tomasse as providências necessárias para a inscrição no Cadastro de Produtor Rural do Estado do Paraná e a emissão da Carteira de Produtor Rural a todos os produtores rurais estabelecidos no local – sem esses documentos, eles não têm acesso a alguns benefícios fiscais e econômicos.

À Copel, recomendou que promovesse a instalação de energia elétrica nas residências do assentamento, “sem a exigência da regularização fundiária, que se apresentem incompatíveis com a realidade e especificidades experimentadas pelas famílias”. No documento destinado à concessionária de energia, o MPPR lembrava que o “fornecimento de energia elétrica está estritamente ligado à dignidade da pessoa humana, de forma que constitui um serviço público de natureza essencial que garante um ‘mínimo existencial’ às comunidades que vivem em extrema pobreza”, sendo, portanto, direito básico a ser garantido pelo poder público.<