top of page

Apresentador revela “puxada de tapete” de Faustão na Globo

Após o ex-diretor do Domingão do Faustão, Alberto Luchetti Neto, revelar a história, Ciro Bottini detalhou o caso nas redes sociais

Gabriel Lima - Metrópoles

Alberto Luchetti Neto, que dirigiu o Domingão do Faustão de 1989 a 2021, revelou que Fausto Silva “puxou o tapete” do também apresentador Ciro Bottini, que confirmou a informação. O ex-comandante do Faustão na Band teria agido nos bastidores para que o ex-Shoptime não fizesse anúncios na Globo.


“A maior injustiça que fez na minha época foi com o [Ciro] Bottini. O pessoal da Globo botou o Bottini para fazer anúncios. Ele detonou o Bottini para todo o departamento comercial, até ele parar de fazer comerciais. Fausto queria fazer tudo que é merchandising”, declarou Luchetti, em entrevista à Veja.


O diretor revelou, ainda, que Faustão queria levar todos os anunciantes para a Band. “Aí agora [ao migrar para a Band] pensou: ‘Vou sair da Globo e levar todos os anunciantes comigo'”, completou Alberto Luchetti Neto.


Ciro Bottini detalha “puxada de tapete” de Faustão

Após Luchetti tocar no assunto, Ciro Bottini aproveitou as redes sociais para comentar o caso e detalhar o acontecido. O apresentador ex-Shoptime revelou que nunca falou sobre o assunto, mas que iria abrir o jogo.


“Lembro muito bem de tudo, foi a maior puxada de tapete que tomei na vida. A Globo me contratou durante a Copa do Mundo de 2002 para entrar ao vivo nos breaks comerciais e sortear automóveis, o nome do concurso era Show de Gols. A promoção ia super bem, vendendo muito, quando de repente, sem nenhuma explicação, fui tirado do ar”, relembrou Bottini.


Por fim, Bottini desabafou sobre o acontecido e classificou a ação de Faustão como uma “covardia enorme”. “A audiência do programa dele na época estava bem ruim e ele viu em mim uma ameaça. Eu era muito jovem e aquilo foi uma covardia enorme. Tirando a grafia do meu sobrenome, todo o resto está correto”, encerrou.


0 comentário
bottom of page