Copel lucra R$ 302 milhões após aumento da tarifa

O reajuste tarifário de 24,8% em junho de 2014 e a revisão de 36,79% em março deste ano contribuíram para que a receita operação líquida da Copel fosse de R$ 3,9 bilhões no trimestre

O lucro líquido registrado pela Copel no 2º trimestre de 2015 foi de R$ 302 milhões, alta de 21,7% na comparação anual. A estatal paranaense de energia foi beneficiada com a elevação das tarifas de distribuição, conforme a agência de notícias Reuters. Analistas consultados pela agência estimavam o lucro em R$ 203 milhões.

O reajuste tarifário de 24,8% em junho de 2014 e a revisão de 36,79% em março deste ano contribuíram para que a receita operação líquida da Copel fosse de R$ 3,9 bilhões no trimestre, alta de 25,4% ante 2014. Segundo a Reuters, os custos e despesas operacionais subiram 28%, totalizando R$ 3,6 bilhões, devido a maiores custos com a compra de energia elétrica e ao reajuste das tarifas de Itaipu, cotadas em dólar.

A estatal informou que a assinatura de um aditivo ao contrato de concessão da Copel Distribuição permitiu reconhecer R$ 478,1 milhões em receita referente a ativos e passivos financeiros. Parte do valor, conforme a Reuters, é referente a descontos oferecidos nas tarifas em 2013 e 2014, que serão recuperados a partir do reajuste praticado neste ano.

Comentários

COMPARTILHE