Massa chega ao quarto lugar na tabela, mas lamenta ritmo ruim em Spa

Logo após a largada, Massa chegou a cair para a nona posição, o que o impediu de brigar entre os primeiros.

Felipe Massa estava confiante em ter um bom ritmo de corrida com a Williams no GP da Bélgica, mas acabou saindo decepcionado com o sexto lugar. Mesmo chegando à quarta colocação no campeonato, o brasileiro lamentou a falta de ritmo nas voltas iniciais. Logo após a largada, ele chegou a cair para a nona posição, o que o impediu de brigar entre os primeiros.

“Eu poderia ter feito uma vantagem ainda maior porque, no começo, o pneu macio não funcionava”, explicou em entrevista à TV Globo. “Depois, coloquei o pneu duro e o carro era outro. Minha corrida começou a partir daquele momento.”

Massa optou por uma estratégia arriscada, fazendo praticamente metade da prova com o mesmo jogo de pneus e tendo de se segurar nas voltas finais. “Não consegui ultrapassar a Force India do Perez porque a velocidade de reta deles era muito boa. Foi um dia difícil, mas ainda assim terminar em sexto é o ponto positivo que podemos tirar deste final de semana.”

O paulista ultrapassou Valtteri Bottas na tabela e divide a quarta colocação do Mundial com Kimi Raikkonen. Ambos têm 82 pontos. O líder é Lewis Hamilton, que abriu 28 pontos de vantagem para Nico Rosberg.

Classificação final do GP da Bélgica
1. Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
2. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – + 2s
3. Romain Grosjean (FRA/Lotus) – + 37.9s
4. Daniil Kvyat (RUS/Red Bull) – +45.6s
5. Sergio Perez (MEX/Force India) – + 53.9s
6. Felipe Massa (BRA/Williams) – +55.2s
7. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) – +55.7s
8. Max Verstappen (HOL/Toro Rosso) – +56s
9. Valtteri Bottas (FIN/Williams) – + 61s
10. Marcus Ericsson (SUE/Sauber) – +91.2s
11. Felipe Nasr (BRA/Sauber) – + 1 volta
12. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) – + 1 volta
13. Fernando Alonso (ESP/McLaren) – + 1 volta
14. Jenson Button (ING/McLaren) – + 1 volta
15. Roberto Merhi (ESP/Manor) – + 1 volta
16. Will Stevens (ING/Manor) – + 1 volta
Não completaram: 
Carlos Sainz (ESP/Toro Rosso)
Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)
Nico Hulkenberg (ALE/Force India)
Pastor Maldonado (VEN/Lotus)

Comentários

COMPARTILHE