Kaká vibra com chamado de Dunga: “Acredito que possa contribuir muito”

Meia do Orlando City afirma que pode ser uma referência para a nova geração e diz que desempenho a curto prazo pode estender sua permanência no grupo da Seleção

Kaká não escondeu o sorriso fácil com a notícia de sua convocação para a seleção brasileira para dois amistosos em setembro. O nome na lista do técnico Dunga para enfrentar Estados Unidos e Costa Rica deixou o meia do Orlando City em estado de graça. O jogador, eleito o melhor do mundo em 2007, demonstrou estar ciente de que sua importância é a “curto prazo”, mas lembrou que isso pode significar um futuro maior a depender de seu desempenho. Kaká espera contribuir com a experiência repassada aos mais novos (assista ao vídeo).

– Queria demonstrar toda a minha felicidade de estar de volta à Seleção. É um dia muito especial realmente essa convocação, sonhava em voltar. Acredito que possa contribuir muito com a Seleção no curto prazo, e o curto prazo vai mostrar o que posso contribuir para a seleção no médio e longo prazo. Mas acredito que possa ser realmente uma referência para essa nova geração que está chegando, acrescentar muito em qualidade técnica, tática, experiência e liderança – disse o jogador de 33 anos.

Kaká Orlando City (Foto: Getty Images)

O Brasil enfrenta Costa Rica e Estados Unidos nos dias 5 e 8 de setembro, respectivamente. Kaká é o primeiro jogador da Major League Soccer (MLS) a ser chamado para a seleção brasileira.

Os amistosos disputados nos Estados Unidos serão a última etapa de preparação para o principal objetivo da atual comissão técnica, que é classificar a Seleção para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Em outubro, ainda sem datas marcadas, o Brasil enfrentará o Chile, em Santiago, e a Venezuela, em Fortaleza. Em novembro, os adversários serão Argentina, em Buenos Aires, e o Peru, em Salvador.

Comentários

FONTESporTV
COMPARTILHE