Botafogo recebe por venda de Pimpão, quita dívida e coloca salários em dia

Desde que assumiu o Botafogo, o presidente Carlos Eduardo Pereira tem tratado o assunto com a seriedade necessária.

O Botafogo recebeu na última quinta-feira o valor de US$ 500 mil (R$ 1,7 milhão), referente a venda do atacante Rodrigo Pimpão, ao Emirates Club-EAU. E não demorou um dia para que a quantia fosse repassada para a conta dos jogadores, que estavam com salário atrasado desde o último dia 7. Com a novidade, o Alvinegro medirá forças com o América-MG, neste sábado, com os vencimentos em dia.

Desde que assumiu o Botafogo, o presidente Carlos Eduardo Pereira tem tratado o assunto com a seriedade necessária. São raros os momentos em que o salário fica atrasado e, quando isso ocorre, são por alguns dias. Portanto, expõe uma clara mudança de comportamento da última gestão, que chegou a ficar mais de cinco meses sem pagar os atletas.

Para que isso fosse possível, o Botafogo teve que montar um elenco muito mais modesto do que ocorreu nos últimos anos. A única estrela da companhia é Jefferson, com salário próximo dos R$ 280 mil. Os demais atletas respeitam o teto salarial, de R$ 80 mil.

Essa quantia, inclusive, fez com que o Botafogo abrisse mão de Marcelo Mattos. O volante, no clube desde 2011, tinha vencimentos de R$ 200 mil e foi chamado pela diretoria no meio do ano para negociar uma rescisão. A quantia foi parcelada e ajudará o Alvinegro a não criar novas dívidas.

Após liderar a Série B por várias rodadas, o Botafogo apresentou queda de produção e caiu algumas posições. Atualmente na 3ª colocação, o Alvinegro soma 33 pontos, um a menos que América-MG e o líder Vitória. A equipe volta a campo neste sábado, quando medirá forças com o time mineiro, em Belo Horizonte.

Comentários

FONTE Esporte.uol
COMPARTILHE