32.2 C
SANTO ANTÔNIO DA PLATINA
terça-feira, 25 de setembro de 2018
NO AR
Vale ao Pôr do Sol - com Celimar de Oliveira

INSTITUCIONAL

A Rádio Vale do Sol FM iniciou suas transmissões em Santo Antônio da Platina no mês de outubro de 1984, em um prédio adaptado com isolamento acústico e grandes janelas de vidro.

Sua operação começou de forma efetiva com um perfil baseado em Sertanejo, MPB e Pop. Em março de 1997 a empresa realizou um grande investimento, apostando no sucesso de mais potência de transmissão. Foram adquiridos novos equipamentos, aptos a trabalhar em sistemas digitais, e um transmissor em estéreo com mais de 30 mil watts.

A partir de dezembro de 2002, a VALE FM passou a transmitir de seu novo e moderno estúdio, totalmente reestruturado, feito sob medida, nos padrões das melhores rádios do Brasil, já estando preparado para a inclusão digital, com equipamentos de última geração, como processador, mesa de som, computadores, links transmissores, faltando apenas o transmissor para se tornar 100% digital, em teste ainda no Brasil.

Contando com uma equipe de 25 funcionários, entre locutores, programadores, produtores, repórteres e jornalistas, a Vale do Sol FM é líder absoluta em toda a região, com uma super estrutura, apta a atender a todas as necessidades dos clientes e ouvintes, com diferencial de constante atualização em equipamentos e mão-de-obra especializada.

Também faz parte do grupo a Rádio Difusora Platinense AM, localizada no mesmo prédio e com o mesmo aspecto em modernidade, na busca constante de aperfeiçoamento e da chegada ao digital. Com 63 anos de existência (completa 64 no dia 03/07/16), pauta sua programação por entretenimento, através de programas bem estruturados, com notícias e sucessos musicais, participando do mercado com muita competência e credibilidade.

Com potência total a Vale é sintonizada em um raio de proximadamente 150 km, atingindo cerca de 200 cidades como: Santo Antônio da Platina, Andirá, Abatiá, Joaquim Távora, Quatiguá, Siqueira Campos, Tomazina, Wenceslau Braz, Ventania, Carlópolis, Guapirama, Ibaiti, Conselheiro Mairinck, Ribeirão Claro , Jacarezinho, Cambará, Jundiaí do Sul, Ribeirão do Pinhal, Bandeirantes, Nova Fátima, Jaboti, Pinhalão, Jaguariaíva, Japira, Arapoti, Barra do Jacaré e Cornélio Procópio, no Paraná, e Ourinhos, Chavantes, Ipauçu, Salto Grande, Cândido Motta, Assis, Palmital, Ibirarema, Santa Cruz do Rio Pardo, Piraju e Fartura, no estado de São Paulo.

Atua com sucesso e liderança absoluta de audiência em toda uma região rica e próspera, de povo hospitaleiro e trabalhador, promovendo a divulgação de seus produtos e de seus anseios. Serve, pois, a tantos quantos habitam estas paragens, de solo fértil e belezas naturais, cujo clima tropical propicia bom tempo para plantar e para colher. A região se caracteriza por grandes, médias e pequenas propriedades, com a presença marcante do homem do campo, laborioso, a produzir riquezas e divisas, através da ageicultura e da pecuária. São atividades que sustentam e movimentam, igualmente, um comércio forte, seja ele atacadista ou varejista, à espera ainda de indústrias, com mais possibilidades de geração de empregos, ressaltando-se, todavia, a carência delas e não sua completa ausência.

Enfim, a Vale se situa no Norte Velho do estado do Paraná, de muitas histórias, de tabas lendárias e tribos guerreiras, ao longo de um horizonte azul, pleno de lindas paisagens e do canto dos pássaros, de todas as cores e de maravilhosas plumagens, enfeitando este céu azul sobre todos os rincões deste chão que também é Brasil!