Proteção animal é tema de projeto pedagógico em Andirá

No projeto, a metodologia aplicada é baseada em uma pedagogia afetiva

Foto: Divulgação

É muito comum vermos crianças pedindo um animal de estimação para seus pais, geralmente, é um cãozinho, um gatinho ou até mesmo um animal mais exótico, como hamster, coelhinho, porquinho da índia, furão. A lista é grande. E, quando o bichinho chega a casa, é preciso cuidar com responsabilidade, alimentar, higienizar, dar amor.  Alguns pais  adotam animais de estimação para fazer com que as crianças entendam questões como responsabilidade, ciclo de vida, biologia, senso de compromisso e também as necessidades dos seres vivos.

E por serem extremamente importantes na concepção pedagógica e emocional, a prefeitura de Andirá, através da Secretaria Municipal de Educação, está desenvolvendo em todas as escolas e centros de educação infantil, da rede municipal de ensino, o projeto “Proteção animal na Escola”, coordenado pela professora Kelen Cristina Fernandes Barbezani, sob orientação da doutora professora Ana Paula Millet, da Universidade Estadual do Norte do Paraná – UENP (Campos Luiz Meneghel).

No projeto, a metodologia aplicada é baseada em uma pedagogia afetiva. Duas vezes por semana, a professora ministra aula nas escolas e CMEIs, levando, inclusive, vários animais para o desenvolvimento sensorial das crianças.  Ação importante, para superar receios, promover integração e socialização.

Kelen enalteceu que os resultados têm sido afirmativos. “Muitas experiências que temos quando criança, marcam para o resto da vida. Por isso, incentivar as crianças com atividades, livros, filmes e tudo o que possa motivar o amor e respeito aos animais é essencial para um futuro em que a natureza  seja  protegida e os bichos fiquem livres da escravidão”.

Ela explica que a educação ambiental moderna entende que a criança precisa ser motivada a respeitar a borboleta que pousa em seu quintal, as árvores das calçadas, os passarinhos. “Tudo faz parte da natureza: nós, a água, a floresta, os animais. O Projeto Proteção Animal na Escola era um sonho que se tornou realidade. Muito feliz por estar realizando essas aulas na rede municipal de ensino de Andirá. Aulas de conhecimento de espécies, controle de zoonoses, curiosidades, comportamentos e, principalmente, conscientização do bem estar animal, respeito e amor a tudo que nos cerca”, assinala.  Ela agradece o apoio e confiança da secretária de Educação, Laudicéa de Mello Pereira e a prefeita de Andirá, Ione Abib, pela confiança e oportunidade de desenvolver esse projeto.

Finalizando ela lembra o papel desempenhado pela orientadora Ana Paula Millet e aos alunos de todos os centros de educação infantil e escolas municipais que recebem com tanto carinho os bichinhos utilizados nas atividades

A Prefeita, Ione Abib, defensora da causa da proteção animal,  também destacou o papel deste projeto para a sensibilização das crianças. “Acredito mesmo que o amor e o respeito aos animais dizem muito do caráter de uma pessoa. E aqui, em Andirá, estamos empenhados em estimular, desde a mais tenra infância, esse sentimento para com os nossos amiguinhos. Dentro de nossas possibilidades, já temos um repasse mensal para apoiar a Associação Andirá Ajude Adote e Denuncie, e a partir deste ano estamos desenvolvendo em nossas escolas municipais e nos CEMEIs este maravilhoso projeto, que a educadora Kelen Fernandes abraçou com tanto entusiasmo e competência. Pudemos vivenciar no desfile um pouquinho da alegria que esta sementinha já plantou nos corações de nossas crianças”, destacou.