Polícia Civil prende estelionatário que aplicava golpes pela internet

Henrique Augusto Dionisio Pulcinelli foi preso na tarde desta terça-feira (11), no bairro Pinheirais

Henrique Pulcinelli foi recolhido na cadeia pública de Ribeirão do Pinhal Foto: Divulgação

Henrique Augusto Dionisio Pulcinelli, 32, foi preso na tarde desta terça-feira (11) pela Polícia Civil, em Ribeirão do Pinhal. O delegado Tristão Antônio Borborema de Carvalho e sua equipe diligenciaram até o bairro Pinheirais, onde Pulcinelli foi localizado e acabou detido por determinação do juiz Júlio Cézar Vicentini, em razão de regressão de regime de execução de pena.

 

De acordo com a Polícia Civil, Pulcinelli é investigado e foi condenado pela Justiça por golpes aplicados pela rede mundial de computadores. Ele anunciava produtos inexistentes em sites, enganava as vítimas e recebia valores em geral mediante adiantamento de depósitos em contas de Laranja. Há registro de vítimas em várias regiões do país.

 

Conforme o delegado Tristão de Carvalho, Henrique Pulcinelli recebia pelas ‘vendas’ por meio de conta bancária em nome de um ‘laranja’. Em um dos casos investigados, a conta bancária foi aberta em Santo Antônio da platina. “O correntista alega que foi vítima de Pulcinelli, e o denunciou na delegacia. Segundo declarou, ele teria feito apenas um favor ao estelionatário”, disse o titular da Delegacia de Ribeirão do Pinhal.

 

Ainda conforme Tristão de Carvalho, além dos golpes aplicados pela internet Pulcinelli também respondeu pelo crime de homicídio culposo. A pena para o crime de estelionato varia entre um e cinco anos de reclusão.

 

Participaram das diligências os investigadores Carlos Venâncio e Jamil Barros.