Vítima de atropelamento é transportada de helicóptero para Londrina

Santos Dias Pereira foi atingido por um Corsa Classic no centro de Santo Antônio da Platina

Santos Pereira sofreu traumatismo craniano após ser atropelado na tarde de domingo (3) – Antônio de Picolli

Um paciente de 53 anos, vítima de atropelamento no fim da tarde de domingo (3) no centro de Santo Antônio da Platina, precisou ser transferido de helicóptero ao Hospital Universitário de Londrina na tarde desta segunda-feira (4).

De acordo com o soldado Maciel do Corpo de Bombeiros, o paciente identificado como Santos Dias Pereira foi atropelado por um GM Corsa Classic por volta das 18 horas, próximo ao cruzamento da avenida Coronel Oliveira Motta com a rua José Bonifácio. “A vítima apresentava lesões graves no crânio e respondia vagamente a alguns estímulos”, disse o socorrista.

Ainda de acordo com o soldado dos bombeiros, Pereira não portava nenhum documento no momento em que foi atropelado, contudo, logo foi identificado pela equipe médica no Pronto Socorro Municipal. “Parece se tratar de um paciente já conhecido no PS em função de atendimentos frequentes na unidade. Inclusive, durante o socorro em consequência do atropelamento percebemos que ele utilizava uma tipoia para a recuperação de uma fratura recente no úmero (braço). Ele apresentava hálito etílico (sinais de embriaguez) e sua higienização pessoal estava bastante precária”, complementou.

O helicóptero do Sistema de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) pousou no Estádio Municipal José Eleutério da Silva por volta das 15 horas, e, pouco tempo depois decolou levando o paciente para o Hospital Universitário de Londrina. Segundo os socorristas, os exames revelaram um traumatismo craniano em Santos Dias Pereira e seu estado de saúde era considerado extremamente grave pelos médicos.