Paranáverde chega para manter a cidade limpa

A nova empresa, vencedora de licitação, colocou 14 funcionários, equipamentos e dois caminhões para limpar o centro da cidade diariamente e as principais ruas

Empresa Paranáverde mantém 14 funcionários (Luiz Guilherme Bannwart)

A empresa de limpeza urbana Paranáverde assumiu a varrição de ruas e raspagem de guias em Santo Antônio da Platina, no dia 21 de maio. Nesse período tão curto, já deu para notar a diferença. O visual melhorou muito e as reclamações de sujeira e mato alto nas calçadas e meio fio praticamente desapareceram.

Problemas como esses estavam desgastando a imagem do atual prefeito José da Silva Coelho Neto, o professor Zezão. Assim que ele assumiu a prefeitura, enfrentou uma série de dificuldades com funcionários ligados ao setor. Muitos se aposentaram e outros precisaram deixar a área por estarem em desvio de função. Com isso, o serviço se tornou precário e os moradores não perdoaram. Eram críticas em cima de críticas.

A nova empresa, vencedora de licitação, colocou 14 funcionários, equipamentos e dois caminhões para limpar o centro da cidade diariamente e as principais ruas, como a Deputado Benedito Lúcio Machado, Tiradentes, 7 de Setembro, 19 de Dezembro, Antônio Castro Vilas Boas, as avenidas Frei Guilherme, Oliveira Mota e Palma Renno, em dias alternados.

Segundo um dos responsáveis pela empresa, Ediógnes Ribeiro, a equipe percorre cerca de 16 quilômetros por dia. “É um funcionário por rua. Assim, eles fazem todos os quarteirões”, comentou.

A limpeza é feita de segunda a sábado, com atenção especial, à avenida Oliveira Mota por conta da realização da Feira Livre, que acontece toda noite de terça-feira e nas manhãs de sábado.