UEL, UEM, UEPG e Unioeste são as melhores do Sul do País

QS University Rankings: Latin America 2017 avaliou 400 instituições de ensino superior, de 21 países da América Latina.

Foto: Divulgação SETI

A Universidade Estadual Londrina (UEL) é a primeira instituição estadual de ensino superior do Sul do Brasil no QS University Rankings: Latin America 2017 (Quacquarelli Symonds), divulgado nesta terça-feira (17). A Estadual de Maringá (UEM) ficou em 2º, seguida pela de Ponta Grossa (UEPG) e pela do Oeste do Paraná (Unioeste), respectivamente. A universidade também ficou em 3º lugar entre as melhores estaduais do país.

O Ranking avaliou 400 instituições de ensino superior, de 21 países da América Latina. Ele considerou itens como infraestrutura física, citações internacionais e reputação acadêmica, além da avaliação externa colhida junto ao mercado de trabalho. Para calcular as médias individuais, o QS também considerou a relação aluno/professor, proporção de pesquisadores PHD e o impacto na web.

“O trabalho realizado pelas instituições e os investimentos do Governo garantem esses resultados expressivos nos rankings. Com isso, os paranaenses ganham em qualidade na educação do ensino superior”, destacou o secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes.

A diretora de Avaliação e Acompanhamento Institucional da Pró-reitoria de Planejamento (Proplan) da UEL, professora Sandra Garcia, considerou que o resultado é o efeito do alto desempenho de toda a equipe. Segundo ela, a Instituição busca ampliar o diálogo com o mercado de trabalho, iniciativa que pode influenciar em novos resultados futuramente.

No ranking geral a UEL ficou em 95º lugar, a UEM em 104º, a UEPG em 151 – 160º e a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) em 171 – 180º.Curitiba.