Assaltantes que atiraram em empresário platinese acabam baleados pela polícia

Os soldados Emerson Santos e Kelmony Vernier - receberam uma denúncia anônima informando o paradeiro dos dois homens.

Foto: Thanillo Araújo

A ação rápida da Polícia Militar na tarde de terça-feira, 3, prendeu a dupla acusada de tentativa de assalto ao empresário Demétrius Esteves que foi baleado no rosto no período da manhã em Santo Antônio da Platina. Os policiais da Rocam – soldados Emerson Santos e Kelmony Vernier – receberam uma denúncia anônima informando o paradeiro dos dois homens. Eles estavam escondidos na zona rural da cidade, às margens da PR-439, sentido Ribeirão do Pinhal.

Os PMs prontamente acionaram o serviço reservado e a Rádio Patrulha para dar apoio à ocorrência. Ao chegaram no local a dupla que estava escondida em uma casa fugiu a pé e se escondeu em uma mata. Os policiais foram recebidos a tiros pelos criminosos. Os militares revidaram a ação e ambos foram baleados. Nenhum policial foi ferido.

Os marginais foram identificados como Fabrício Aparecido de Oliveira, 21, que foi atingido na região do tórax e Bruno Henrique Matias Gomes, 21, que foi alvejado no braço esquerdo. A motocicleta e a arma usada no crime contra o empresário Demétrius Esteves foram apreendidas pelos policiais. O estado de saúdo de Oliveira é considerado gravíssimo.

Criminosos foram baleados durante troca de tiros com a Polícia Militar (Thanillo Araújo)

Até a tarde de terça-feira, 3, segundo informações de amigos do empresário seu quadro clínico era estável e provavelmente só passará por procedimento cirúrgico nos próximos dias. O delegado da 38ª Delegacia de Polícia Tristão Antônio Borborema de Carvalho já instaurou inquérito policial para apurar crime de latrocínio tentado. A vítima já foi ouvida pela Polícia Civil.

Segundo um amigo do empresário baleado, que preferiu não se identificar, a tentativa de assalto ocorreu por volta das 7 horas de terça-feira, 3, quando Demétrius foi à casa de seu pai pegar uma caminhonete. Ao chegar, os assaltantes armados queriam que ele entrasse na casa para que pudessem assalta-la. Demétrius chegou a oferecer um dos veículos, mas acabou sendo agredido e baleado pelos bandidos. O amigo da vítima acredita que foram disparados pelo menos quatro tiros, porém só um atingiu o empresário no maxilar.

Também há informações, que essa dupla de assaltantes já havia tentado entrar na casa dos pais de Demétrius em outra ocasião.