Ações do Estado são destaque na abertura do Outubro Rosa

O Paraná realizou 316.637 mamografias em 2016, com um investimento de cerca de R$ 15 milhões

Foto: Venilton Küchler

Com o tema ‘Prevenção e Autocuidado: O que eu preciso saber sobre o Câncer de Mama e do Colo do Útero’, o Outubro Rosa no Paraná foi lançado nesta terça-feira (03), no Palácio das Araucárias, em Curitiba. Na solenidade foram destacadas ações voltadas à saúde mulher no Estado e a importância da prevenção dos cânceres de mama e do colo do útero.

“Temos uma rede de atendimento com 147 mamógrafos em uso pelo Sistema Único de Saúde do Paraná que atendeu aproximadamente 300 mil mulheres no último ano. Parte deles ainda não é digital, mas nosso investimento na modernização desses aparelhos é constante, principalmente nos hospitais públicos e de referência no Estado”, destaca o o secretário de Estado da Saúde, Caputo Neto.

O exame é de fácil acesso e está disponível o ano todo pelo SUS.“O Outubro Rosa dá destaque à causa, mas a prevenção deve ser feita o ano todo, a vida toda. A prevenção ainda é o melhor remédio, pois se descoberto no início as chances de cura do câncer são muito grandes”, diz a secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa. Ela também lembra a importância da prática de atividade física, do cuidado com os hábitos alimentares e com a saúde mental.

Durante o mês de Outubro, diversos municípios do Paraná vão incentivar o cuidado com a saúde da mulher. As atividades devem ser verificadas nas Regionais de Saúde ou Secretarias Municipais de Saúde. Em Curitiba, as 110 unidades de saúde da capital tiveram o atendimento organizado e estão com atividades programadas para incentivar as mulheres a buscarem o serviço.

“Temos um quantitativo expressivo de mulheres acima dos 50 anos que não estão buscando as unidades para fazer os exames de rotina e o número de câncer nessa faixa etária é cinco vezes maior do que abaixo dela. Então, vamos aproveitar a campanha para alertar sobre a importância da prevenção”, diz a secretária municipal de Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak.

MAMOGRAFIA – Com os 147 mamógrafos, o Paraná garantiu a realização de 316.637 mamografias em 2016, com um investimento de cerca de R$ 15 milhões. Também foram destinados R$ 4,1 milhões para a compra de mamógrafos desde o 2011. Foram distribuídas ainda agulhas para biópsia, no valor total de R$ 376 mil, para os serviços que ofertam punção por agulha para diagnóstico do câncer de mama.

Nesta segunda-feira (02) o secretário da Saúde anunciou a compra de um novo mamógrafo digital para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná, em Curitiba. Com o aparelho, o Estado contará mamógrafo digital nas quatro macrorregiões do Estado. Além da Capital, Londrina e Maringá já têm o equipamento. Em Cascavel, o uso do novo mamógrafo deve começar ainda este mês.

A mamografia deve ser feita a cada dois anos em mulheres de 50 a 69 anos. Fora da faixa etária e periodicidade, o exame é recomendado somente para mulheres com sinais ou sintomas de câncer de mama, como nódulo, retração do mamilo e outros, ou com histórico familiar em parente de primeiro grau, como mãe, irmã ou filha.
COLO DO ÚTERO – O Outubro Rosa no Estado também aborda a prevenção do câncer do colo do útero. “A dimensão que a campanha tem em todo o mundo é muito grande. Por isso é importante que ela também aborde o câncer do colo do útero. Ele tem aumentado nos últimos anos, mesmo sendo um tipo de câncer muito mais fácil de prevenir, seja com o exame preventivo ou, até mesmo, com a vacinação contra o HPV”, explica o mastologista, Vinícius Budel.

A recomendação é que seja realizado em todas as mulheres que já iniciaram a vida sexual. Os dois primeiros com intervalo de um ano e, se os resultados forem normais, os próximos podem ocorrer a cada três anos. Em 2016 foram gastos cerca de R$ 6 milhões para efetivação de 681.588 exames preventivos no Paraná e R$ 1,1 milhão na compra de kits de coleta para o exame.

CAMPANHA – Para quem tiver interesse em ampliar a divulgação da campanha, fôlderes e cartazes do Outubro Rosa podem ser retirados de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, na Secretaria de Estado da Saúde, na Rua Piquiri, 170, em Curitiba. A reserva deve ser feita previamente pelos telefones (41) 3330-4534/4552.

Além da Capital, a campanha será estendida para todo o Estado. No caso do Litoral ou Interior do Estado, o material deve ser retirado nas Regionais de Saúde. Confira os endereços  no SITE da Secretaria da Saúde – http://(http://www.saude.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=2752). A versão digital também está disponível no SITE http://(http://www.saude.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=3271)

PRESENÇAS – Também estiverem presentes no evento o vice-presidente do Conselho Regional de Medicina do Paraná, Wilmar Mendonça Guimarães; o presidente do Conselho Regional dos Secretários Municipais de Saúde da Região Metropolitana de Curitiba, Giovani de Souza; a deputada estadual Mara Lima, autora do projeto de lei que instituí o Outubro Rosa no Paraná (nº 16.935/2011).