Sucesso no ‘RiR’, Pabllo Vittar fala de música, haters e defeitos

'Sempre fico muito impressionada com a proporção que as coisas tomaram', confessa drag ao Notícias Ao Minuto

© Marlon Brambilla

Pabllo Vittar teve a longa peruca loira coroada nas duas primeiras noites da edição 2017 do Rock in Rio. Primeiro, o cetro foi passado pela multidão espremida em frente à Arena Itaú, na sexta-feira (15), que aclamou a drag queen com gritos de “maravilhosa”. Na noite deste sábado (16), no maior palco do festival, o Mundo, a cantora de “K.O.” foi pura majestade durante participação no show de Fergie, primeira apresentação solo da norte-americana no país, após saída da Black Eyed Peas.

Os dois momentos foram recebidos pela artista maranhense, de 22 anos, com incredulidade. “Sempre fico muito impressionada com a proporção que as coisas tomaram, mas sempre muito feliz de poder estar levando minha música para tantas pessoas”, contou a drag queen em entrevista, concedida por e-mail, ao Notícias Ao Minuto.

Não deveria. Os números relacionados à carreira artística de Phabullo Rodrigues da Silva são dignos da realeza do pop: tem mais de 4,1 milhões de seguidores no Instagram e um toque de Midas. O mais recente vídeo, lançado em parceria com Mateus Carrilho, da banda Uó, é “Corpo Sensual”, que alcançou 20 milhões de visualizações em 10 dias.

Antes disso, brilhou ao lado de Anitta e Major Lazer, em “Sua Cara”, visto ao redor do mundo e reproduzido por colegas da “realeza” de “Ru Paul’s Drag Race”. Foi o reality show, aliás, que fez com que o jovem de 18 anos, que já tinha as próprias preferências sexuais bem definidas, resolvesse investir em perucas, saltos, vestidos e maquiagem. O sucesso não garante que Pabllo fique livre do preconceito – antes de enviar o e-mail com as respostas desta entrevista, a página da artista no YouTube foi atacada. Na conversa, seguir, a drag mais famosa do Brasil fala sobre haters, sucesso, hobbies, defeitos e música. Confira.

Em 2011, você avisou: ‘Um dia, vou calar a boca de todos que duvidaram de mim’. Como foi aquele momento?

Acho que a maioria das pessoas que buscam uma carreira artística acaba ouvindo muito que “isso não é profissão”, “você não tem talento” e etc. Então, acho que aqui é importante deixar um recado para todo mundo: deem suporte para suas crianças, acreditem nelas!

Como a realização daquela “profecia” tem sido até agora?

Nossa, minha vida mudou demais. Tive oportunidade de participar de experiências maravilhosas, estou vivendo um sonho. Mas não pensem que é só glamour, na verdade é muito muito muito trabalho!

Ser reconhecida significa não sofrer preconceito ou sofrer menos?

Os haters sempre existem. Mas eu tento prestar a atenção sempre nos comentários de carinho e amor, que são os importantes.

Diplo produziu sua faixa “Então Vai” e “Sua Cara”, na qual participa com Major Laser e Anitta. Como foi a aproximação de vocês dois?

A minha primeira música foi uma versão de uma música dele e ele amou, depois disso tudo rolou supernatural…

A drag Ru Paul Charles foi determinante para o pontapé da sua carreira de drag. Quem teve a mesma importância na área da música?

Lá no comecinho de tudo, acho que foi a Beyoncé.

Você aceitaria um convite para o reality “Ru Paul’s Drag Race”?

Tenho que confessar uma coisa, eu sou péssima em costura e trabalhos manuais, então, não seria uma boa participante (hahaha)! Além disso estou aprendendo inglês agora, não conseguiria participar! Mas meu sonho é conhecer a Ru Paul.