Seminário reúne 800 oficiais e praças da PM de cinco estados

Além da formação, o evento abordou a questão do planejamento e investimento na corporação.

Foto: Arnaldo Alves/ANPr

A formação de policiais militares e questões como planejamento e investimentos na corporação foram alguns dos principais temas do Seminário Acadêmico Brasileiro de Segurança Pública, realizado nesta segunda-feira (25) no Canal da Música, em Curitiba e que reuniu 800 oficiais e praças do Paraná e também de São Paulo, Minas Gerais, Paraíba, Maranhão e Goiás. O governador Beto Richa participou da abertura do evento e ressaltou a importância que a formação de policiais tem para a sociedade.

“Em 2011, no início de nossa gestão, o Paraná tinha o menor índice per capita de polícias, condição que nos surpreendeu. Por isso, fizemos uma avaliação profunda da situação, investindo no aperfeiçoamento dos profissionais e em melhores condições de trabalho”, disse Richa. Os constantes investimentos do Governo do Estado em segurança púbica, disse Richa, ajudaram a reduzir os índices de violência. “Hoje posso dizer que, em quase sete anos, o nosso governo fez a maior contratação de policiais que esse Estado já viu. Foram 11 mil profissionais contratados e mais de 3 mil viaturas adquiridas.”

PROMOÇÕES – No começo deste mês, o governador assinou decreto que efetivou a promoção de oficiais e praças da Polícia Militar do Paraná. No total, 75 oficiais e 210 praças foram contemplados pelo benefício e passaram a ocupar novas funções dentro dos quadros da corporação e do Corpo de Bombeiros. No final de agosto, o governador também fixou em 30 o número de vagas para o Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Paraná, o dobro do previsto inicialmente no edital do concurso.

DISCUSSÕES – Para o secretário de segurança pública do Paraná, Wagner Mesquita, o seminário foi um importante momento de reflexão. “Aqui, debatemos novas vertentes de trabalho das corporações visando melhorar ainda mais a proteção das pessoas que vivem no Paraná e em todo o Brasil”, disse.

De acordo com o comandante da Polícia Militar, coronel Maurício Tortato, o seminário também serviu de palco para mostrar aos outros estados os avanços do Paraná na área e os desafios que serão enfrentados nos próximos anos. “Temos uma realidade diferenciada, razão pela qual vamos trocar ideias e fazer intercâmbio de informações com outras unidades da federação”, disse.

JOGOS – Paralelo ao seminário, aconteceu também a abertura da 23ª edição dos Jogos Acadêmicos das Polícias e Bombeiros Militares do Brasil. Durante a competição, que termina no sábado (30), oficiais e praças disputam 13 modalidades esportiva, a exemplo de futsal, tênis, xadrez, vôlei, natação e futebol.

PRESENÇAS – Também participaram da abertura do seminário o chefe da Casa Militar, coronel Elio de Oliveira Manoel; o coronel comandante do Corpo de Bombeiros, Fábio Mariano de Oliveira, e o comandante da Academia Policial Militar do Guatupê, tenente-coronel Mauro Celso Monteiro.