Obras no Estádio Municipal José Eleutério seguem em ritmo acelerado

O valor da obra é de R$ 188 mil, que vão garantir o pleno funcionamento do local.

Funcionários da Dal Bianco Engenharia já iniciaram a pintura da arquibancada (Antônio de Picolli / Tribuna do Vale)

A reforma do Estádio Municipal José Eleutério da Silva segue em ritmo acelerado. Iniciadas em junho, a previsão é de ser concluída em outubro. A equipe da Dal Bianco Engenharia Ltda, empresa responsável pela execução dos serviços, já finalizou o plantio da grama no entorno da praça esportiva, iniciou a pintura da arquibancada e já adiantou a colocação de cerâmica nos vestiários.

O Secretária de Esporte, Cultura e Lazer de Santo Antônio da Platina, Gilmar Amaral comemora os investimentos da praça esportiva, no valor de R$ 188 mil, que vão garantir o pleno funcionamento do local. No projeto, está inclusa a reforma completa dos três vestiários (principal, dos visitantes e da arbitragem) as paredes serão revestidas com cerâmica e o piso com granilite. Além disso, serão colocadas grades em todas as portas de acesso aos vestiários e na divisa com a rua, impedindo a invasão de vândalos.

(Antônio de Picolli / Tribuna do Vale)

Para o secretário da pasta, Gilmar Amaral, a recuperação do estádio é de extrema importância para execução dos projetos esportivos. Amaral quer que o local esteja em pleno funcionamento todos os dias, pois, espaço ocioso torna-se alvo de vandalismo. Atualmente, o diretor Municipal de Esporte Marcos Ferreira, o Marquinhos, atua de segunda a sexta-feira com o projeto “Escolinha de Futebol” no contra turno escolar. Recentemente uma das equipes representou Santo Antônio da Platina no Bom de Bola, jogos oficiais do governo do Estado.

(Antônio de Picolli / Tribuna do Vale)

Para ele, ocupar a cabeça dos meninos com práticas esportivas, proporciona um futuro promissor, afinal, estarão no contra turno escolar longe de envolvimento com as drogas e adquirindo experiência. “É importante para eles estarem frequentando o estádio, pois, a prática esportiva ensina a convivência em equipe, o respeito, além de ser um aliado para a saúde. E não ficamos com todo o espaço do estádio ocioso”, comentou Marquinhos.

Para evitar novos casos de vandalismo na praça esportiva, a reforma inclui implantar algumas medidas preventivas como a colocação de um alçapão de ferro no acesso aos vestiários pelo campo, e grades em portas e janelas.

(Antônio de Picolli / Tribuna do Vale)