Dia D vai priorizar atendimento a pessoas com deficiência

Ação acontece nesta sexta-feira (29) em 80 Agências do Trabalhador do Paraná.

Foto: Divulgação SEJU

A Secretaria de Estado da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos promove na sexta-feira (29) o Dia D da Pessoa com Deficiência em 80 Agências do Trabalhador do Estado. Realizada pelo quarto ano consecutivo no Paraná, a ação tem como objetivo aumentar as oportunidades de inserção deste público no mercado de trabalho. Nesta data o atendimento será exclusivo para pessoas com deficiência e também a empresas que desejam contratar funcionários com este perfil.

O evento acontece em todo o Brasil com promoção do Ministério do Trabalho. De acordo com o órgão, 45 milhões de brasileiros vivem com algum tipo de deficiência. Apenas no Paraná são cerca de 2,5 mil pessoas, segundo o Censo 2010 do IBGE.

As Agências do Trabalhador já fazem a intermediação de vagas para as pessoas com deficiência. Entretanto, para aumentar as oportunidades para elas, a Secretaria da Justiça tem feito um trabalho de conscientização e ampliado o atendimento às pessoas com deficiência e, também, a oferta de vagas.
Em 2015, no Paraná, 1.216 pessoas com deficiência conseguiram uma vaga de emprego por meio de uma Agência do Trabalhador, o que representa 1,37% dos trabalhadores gerais. Em 2017, até agosto, já são 1.548 pessoas com deficiência inseridas no mercado por meio de uma Agência do Trabalhador – 2,16% dos trabalhadores gerais.

“Não se consegue uma mudança, uma conscientização, do dia para noite. Estamos trabalhando e obtendo resultados que vão muito além do que os números nos mostram”, disse o secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Artagão Júnior. “Pessoas no mercado de trabalho, produzindo, têm renda, consomem, fazem a economia girar. Isso sem falar nos benefícios pessoais que o trabalho traz. Este Dia D com certeza será mais uma ação de sucesso”, afirma.

NA PRÁTICA – Carlos Eduardo Rosa Filhos trabalha há dois meses numa empresa da área de tecnologia da informação. E está muito feliz. Foram anos trabalhando como jardineiro, mas um problema congênito na coluna e a instabilidade financeira o motivaram a procurar uma Agência do Trabalhador. “O atendimento foi ótimo e foi tudo muito rápido. Cheguei à agência, fiz entrevista aqui e na empresa e já fui contratado”, conta ele.

Hoje, a Agência do Trabalhador tem um atendimento especial para as pessoas com deficiência. Em várias regiões do Estado, as próprias empresas vão até a agência fazer a entrevista, reduzindo a necessidade de locomoção e facilitando a vida de quem busca uma oportunidade.

“Este ano, a Coordenação de Mão de Obra da Secretaria da Justiça já qualificou cerca de 600 agentes públicos que atuam nas agências. Em todos os treinamentos nós temos uma parte específica sobre o atendimento à pessoa com deficiência e a captação de vagas destinadas a elas”, explicou a coordenadora da Intermediação de Mão de Obra, Angela Carstens.

É LEI – A Lei Nº 8.213, de 24 de julho de 1991, determina que empresas que possuem entre 100 e 200 funcionários são obrigadas a ter, no mínimo, 2% de pessoas com deficiência no quadro de funcionários. Empresas com que têm de 201 a 500 funcionários devem empregar 3% de pessoas com deficiência. De 501 a mil funcionários, a porcentagem sobre para 4%. Acima de mil funcionários, 5% das vagas devem ser reservadas para pessoas com deficiência.
Serviço
Dia D da Pessoa com Deficiência nas Agências do Trabalhador
Data: 29/09 (sexta-feira)
Local: Agências do Trabalhador (consulte AQUI as agências que participam)
Curitiba
Agência do Trabalhador (Rua Pedro Ivo, 503 – Centro)
Horário: das 7h30 às 17h