Alicia Keys faz o maior protesto político do festival

Alicia Keys incendiou o Palco Mundo e abriu alas para a atração principal da terceira noite

© Fábio Motta/Estadão

ENVIADO ESPECIAL / RIO – Uma mulher e um piano segurando tudo em frente à multidão que ocupava o palco Mundo. Alicia Keys é a amálgama de tudo o que a música norte-americana produziu de mais sensacional. Grande voz, carisma sem apelações, sensualidade, com uma banda sensível, de aparecer em poucos momentos.

Alicia e seus longos e coloridos rastas tem um poder de atração incrível.

Superwoman foi de ver casais dançando juntos e muitos beijos apaixonados.

Ao lado de Pretinho da Serrinha, trouxe ao palco uma lider indígena chamada Sonia, que fez o maior protesto e mais contundente até aqui: “Existe uma guerra contra a Amazônia. O governo quer colocar a venda uma área grande de reserva mineral. Senadores, vocês têm a chance de evitar isso na votação que vai haver. E nós estaremos de olho. Não existe plano B.”

Ela estava se referindo à polêmica Renca, sobre a qual a Gisele já protestou antes também. E a tal votação será no dia 20 de setembro.

Isso tudo enquanto Alicia tocava Kill Your Mama. Foi de arrepiar.