Paraná Investment Meeting vai mostrar potencial do Estado

O foco é mostrar a empresários e investidores o programa de incentivos Paraná Competitivo

O governador Beto Richa assinou nesta quinta-feira (16) em evento no Palácio Iguaçu o decreto que estabelece as novas regras do programa, que passa a incluir mais segmentos, como e-commerce, comércio atacadista e varejista, e a permitir a utilização de créditos de ICMS para investimentos. Curitiba,16/03/2017 Foto: Jaelson Lucas / ANPr

O Governo do Estado vai promover no próximo dia 13 de setembro, em Foz do Iguaçu, o Paraná Investment Meeting, encontro que vai mostrar o potencial de investimentos do Estado para empresários e investidores. O evento ocorre durante a Conferência Latino Americana de Investimentos (Clain) e deve reunir cerca de 100 convidados.

Realizado pela Agência Paraná Desenvolvimento (APD) e a Secretaria Estadual da Fazenda, o Paraná Investment Meeting tem como foco apresentar o programa de incentivos Paraná Competitivo, que neste ano foi ampliado para mais setores como e-commerce, comércio atacadista e varejista. O programa também passou a permitir a utilização de créditos de ICMS para investimentos.

Desde 2011, o programa já atraiu R$ 43 bilhões em investimentos. De acordo com o presidente da APD, Adalberto Netto, o Paraná tem mais 90 projetos em análise no programa, que somam R$ 6,8 bilhões. “Desse volume, metade é de empreendimentos do agronegócio. Outros projetos são dos setores automotivo e do setor de papel e celulose”, diz. A intenção, de acordo com Adalberto Netto, é estimular investimentos ligados às cooperativas na região Oeste.

Durante os dias da conferência, a APD vai montar um escritório em Foz para atender investidores e esclarecer dúvidas. Durante o encontro Paraná Investment Meeting haverá um painel sobre energia, competitividade e sustentabilidade, com a presença dos presidentes de Itaipu Binacional, Luiz Fernando Vianna; da Copel, Antonio Sergio Guetter; da Sanepar, Mounir Chaowiche, e da Compagas, Jonel Iurk.

DIFERENCIADA – Para o presidente da APD, Adalberto Netto, hoje há o reconhecimento, por parte dos empresários, de que o Paraná tem uma situação diferenciada em relação aos demais Estados, graças principalmente ao ajuste fiscal e os investimentos em infraestrutura.

O Paraná foi escolhido pelo grupo The Economist, por dois anos seguidos, o segundo Estado mais competitivo do País – atrás apenas de São Paulo. O programa de incentivos Paraná Competitivo é um dos oito melhores do mundo, de acordo com o Financial Times. A agência de classificação de risco Fitch elevou a nota de crédito do Paraná de AA para AA +, a apenas um passo do grau máximo AAA.

CONFERÊNCIA – Promovida pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a Conferência Latino Americana de Investimentos (Clain) ocorre dias 13 e 14 de setembro.