Começa nesta quinta-feira o Mês da Literatura do Paraná

Fórum sobre leitura e literatura, feira de livros e mais em 30 municípios

Montagem da exposição "Letras do Paraná" no hall da SEEC. Curitiba, 14 de agosto de 2017. Foto: Kraw Penas/SEEC

A Secretaria de Estado da Cultura e a Biblioteca Pública do Paraná promovem de agosto a setembro o Mês da Literatura do Paraná. A Caravana Literária vai levar autores para vários municípios do Estado em um bate-papo sobre leitura, livro e literatura.

Exposição sobre autores paranaenses, fórum sobre leitura e literatura, feira de livros e contação de histórias também integram a programação, que tem início nesta quinta-feira (24) com o show Leminskanções, em Maringá, às 20h30, no Teatro Calil Hadad. A data de abertura é uma homenagem ao nascimento do poeta Paulo Leminski.

Para o secretário de Estado da Cultura, João Luiz Fiani, promover ações como o Mês da Literatura valoriza a história do Paraná. “Nós reconhecemos a literatura como uma importante ferramenta de diversidade cultural e ampliação de horizontes. A literatura também contribui, sobremaneira, para o estímulo e formação do público, que tem a possibilidade de entrar em contato com múltiplas realidades”.

LEMINSKANÇÕES – A genialidade musical de Paulo Leminski está representada no show Leminskanções. São 14 composições do artista interpretadas por Estrela Leminski, Téo Ruiz e banda, com participação especial de José Miguel Wisnik. O evento tem entrada gratuita, mas também incentiva a doação de um livro (não didático), que será repassado às bibliotecas do município. A distribuição dos ingressos será feita uma hora antes do espetáculo.

Leminski experimentou diversas linguagens artísticas. Morreu aos 44 anos e deixou um grande legado na literatura e na música. Produziu cerca de 100 músicas, entre canções e parcerias, catalogadas em um livro de partituras. Suas canções foram gravadas por ícones da música brasileira como Caetano Veloso, Arnaldo Antunes, Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Angela Maria, Itamar Assumpção, Paulinho Boca de Cantor, entre outros.

CARAVANA LITERÁRIA – Organizada pela Biblioteca Pública do Paraná, a Caravana Literária vai levar 15 autores a percorrer 30 municípios do interior do Paraná e da Região Metropolitana de Curitiba para falar sobre suas obras e temas ligados ao universo literário.

As cidades que receberão a visita dos escritores este ano são Apucarana, Barracão, Cambé, Carambeí, Campo Mourão, Cascavel, Cianorte, Guarapuava, Ivaiporã, Mamborê, Mandaguari, Morretes, Paranaguá, Paula Freitas, Pato Branco, Perobal, Pinhão, Pinhais, Piên, Ponta Grossa, Planaltina do Paraná, Rio Negro, Santo Antônio do Sudoeste, São José dos Pinhais, Terra Boa, Terra Rica, Umuarama, União da Vitória, Toledo e Vitorino.

Quem inaugura os bate-papos da Caravana é Toninho Vaz, biógrafo de Paulo Leminski. Ele estará em Ivaiporã e Mandaguari (dias 24 e 25) para falar sobre o autor de Catatau e outros de seus biografados, como o letrista e jornalista Torquato Neto.

Entre os convidados, há romancistas (Milton Hatoum e Reinaldo Moraes), escritores infantojuvenis (Flávio de Souza), poetas (Adélia Maria Woellner e Rodrigo Garcia Lopes), contistas (Cíntia Moscovich e Luiz Ruffato), cronistas (Adriana Sydor), autores que transitam por mais de uma linguagem (José Roberto Torero e Nelson de Oliveira) e jovens escritores (Luís Henrique Pellanda, Thiago Tizzot e Santiago Nazarian), entre outros. Um recorte plural e diversificado da cena literária brasileira contemporânea.

O diretor da Biblioteca Pública, Rogério Pereira, destaca o aumento do número de convidados e municípios que participam da Caravana Literária. “Em 2016, 11 autores visitaram 25 cidades do Interior. Este ano, são 15 escritores em 30 municípios. O objetivo é que, a cada ano, o projeto cresça e possa contemplar um público cada vez maior. Também vale ressaltar a seleção dos autores, representativa da diversidade da literatura brasileira contemporânea”.

EXPOSIÇÃO ITINERANTE – A exposição “Palavras do Paraná” apresenta um pouco do vasto e rico universo da literatura paranaense. Da primeira autora, a poeta Júlia da Costa (1844-1911), ao contista Dalton Trevisan, hoje com 92 anos, premiado no Brasil e no Exterior por renovar o conto em língua portuguesa. São 11 autores no total. A mostra fica em exposição no hall da Secretaria de Estado da Cultura até o dia 6 de setembro e, em seguida, em todo Estado.

A programação completa do Mês da Literatura do Paraná pode ser conferida no site www.cultura.pr.gov.br.

SERVIÇO :
Mês da Literatura do Paraná
Data: 24 de agosto a 29 de setembro
Show com músicas de Paulo Leminski, exposição sobre autores paranaenses, bate-papo com escritores, fórum sobre leitura e literatura, feira de livros e mais
Programação completa: www.cultura.pr.gov.br