Serviço de iluminação pública para, mas taxa continua sendo cobrada

Mesmo sem fazer a troca das lâmpadas, a taxa de iluminação pública continuará sendo cobrada.

Moradores reclamam da falta de iluminação pública em alguns pontos da cidade (Antônio de Picolli / Tribuna do Vale)

A falta de iluminação pública em alguns pontos de Santo Antônio da Platina tem causado insegurança à população. Diariamente moradores têm solicitado a troca de lâmpadas na prefeitura há aproximadamente três semanas, mas até o momento o serviço não foi atendido. Mesmo sem fazer a troca das lâmpadas, a taxa de iluminação pública continuará sendo cobrada.

Segundo o secretário de Obras, Everton José Panegada o contrato de terceirização para iluminação pública, encerrou no mês de junho e sem condições de renovação, portanto, será necessária a abertura de um novo processo de licitatório para a prestação do serviço. Porém, como a prefeitura está em recesso, a licitação está prevista somente para o mês de agosto.

Panegada explica que o novo edital para abertura de licitação está sendo modificado e por isso vai demorar mais alguns dias. “Estão sendo acrescentados alguns serviços e logo já abrirá novamente. Enquanto isso a taxa com certeza (sic) continua sendo cobrada”, disse.

Enquanto alguns pontos da cidade estão no “escuro”, em outros é possível observar o desperdício de dinheiro público, como ontem, por exemplo, com um poste aceso em plena luz do dia (16 horas) na rua Diamantina, na Vila Ribeiro. O morador da rua Aurora, no Jardim Santa Cruz,  André Martins reclama que já fez a solicitação de troca da iluminação em frente à sua casa há mais de três semanas e até o momento o serviço ainda não foi atendido.

Martins destaca que além da insegurança que gera para os moradores, a taxa de iluminação pública continua sendo cobrada, sem qualquer abatimento, mesmo sem receber o serviço. “Liguei na central da empresa que administrava o serviço, não consegui falar com ninguém. Na prefeitura me falaram que iriam tentar fazer algo, mas até então ninguém apareceu”.

Outros que reclamam são comerciantes e moradores da rua Marieta Xavier, no bairro São Francisco. Um dos postes está com a lâmpada queimada, a solicitação para troca já foi feita há mais de uma semana, mas até o momento nem resposta os moradores tiveram. “Está difícil essa administração, nem iluminação pública o povo tem. Essa licitação já devia ter sido providenciada com antecedência”, criticou o morador Cleverson Silveira da Cruz.