Prefeitura testa estacionamento em 45 graus para aumentar vagas

De acordo com o diretor municipal de Trânsito, Bruno Chagas, os testes já estão sendo realizados desde quarta-feira, 12, em duas quadras na avenida Oliveira Motta, e se a proposta for aprovada pelos motoristas, inicialmente as alterações serão executadas em toda a via.

Estacionamento em 45 graus disponibiliza mais vagas no centro da cidade (Antônio de Picolli / Tribuna do Vale)

A Prefeitura de Santo Antônio da Platina, através do Departamento Municipal de Trânsito, Secretaria Municipal de Gestão e Secretaria Municipal de Planejamento está promovendo alterações no trânsito para avaliar um projeto desenvolvido para disponibilizar mais vagas destinadas ao estacionamento de veículos na cidade.

De acordo com o diretor municipal de Trânsito, Bruno Chagas, os testes jáestão sendo realizados desde quarta-feira, 12, em duas quadras na avenida Oliveira Motta, e se a proposta for aprovada pelos motoristas, inicialmente as alterações serão executadas em toda a via. “O projeto vinha sendo debatido desde janeiro, e no mês passado ele foi aprovado em duas reuniões pelo Conselho Municipal de Trânsito. Apesar dos benefícios que a mudança representa, ela não é definitiva, tudo dependerá da aprovação dos moradores”, explica o diretor de Trânsito.

Conforme o projeto, estudos garantem, na teoria, que o estacionamento em 45º proporciona um aumento de 23% nas vagas aos veículos. No entanto, segundo Chagas, na prática,a disponibilidade pode ser superior a 50%. “O espaçamento entre um carro e outro no estacionamento convencional pode variar muito de motorista para motorista, o que não ocorre na modalidade em 45 graus. Se consideramos essa linha de raciocínio, a mudança pode aumentar as vagas em pelo menos 50%”, esclarece.

Além de garantir mais vagas aos motoristas, o diretor de Trânsito pondera outros fatores importantes em função da implantação do estacionamento em 45 graus. “Diferentemente do modo convencional, no sistema diagonal o motorista não terá que manobrar várias vezes para estacionar, serão somente duas, uma para entrar e outra para sair. Outro fator importante é quanto à velocidade desenvolvida pelos veículos na via, onde o limite é de 40 km/h, masnão é respeitado pelos motoristas. Com a mudança na forma de estacionar em 45 graus, os condutores precisarão ter mais atenção, e, consequentemente, a velocidade na via será menor. O estacionamento para motocicletas nesse sistema também será proibido para garantir exclusividade aos carros e caminhonetes, e quem descumprir a medida será multado”, adverte.

Se o novo sistema de estacionamento for aprovado pelos motoristas, a alteração deve ocorrer gradativamente em toda a extensão da avenida Oliveira Motta e, posteriormente, em outras vias com grande concentração de veículos na área central da cidade.

Fim do contorno

Outra medida importante anunciada pela Prefeitura para minimizar a falta de vagas para carros no centro da cidade é a criação de estacionamentos exclusivos para motocicletas nos contornos entre as ilhas na avenida Oliveira Motta. De acordo com o diretor municipal de Trânsito, as alterações devem ocorrer em breve.