Norte Pioneiro vai ter 27 mil habitantes a menos em 2040, segundo projeção

Projeção aponta que Jacarezinho terá sete mil habitantes a menos em 2040

Foto: Antônio de Picolli / Tribuna do Vale

A Projeção Populacional dos Municípios do Paraná apresentada pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes) apontou que até 2040 o Norte Pioneiro vai sofrer uma retração de 27 mil habitantes. Atualmente a região, composta por 25 municípios, tem uma população média de 333 mil habitantes e em 2040 a previsão é de que este número caia para aproximadamente 306 mil. A projeção aponta também para o aumento da população idosa (acima de 60 anos) e diminuição de jovens (entre 15 e 29 anos).

Segundo o instituto, os municípios que mais terão retração nos próximos anos será Jacarezinho (estimado em 33.277 habitantes) e Andirá (estimado em 15.909 habitantes). Por outro lado, algumas cidades tendem a ter maio desenvolvimento populacional, como Conselheiro Mairinck (4.097 habitantes), Jaboti (5.600 habitantes), Joaquim Távora (13.069 habitantes) e Siqueira Campos (22.474 habitantes).

A população idosa prevista para o referido ano é de 86.201 habitantes, que corresponde 28% da projeção populacional total. Além disso, o número de idosos é 92% maior que a previsão de jovens, que totaliza 44.907 no Norte Pioneiro. O instituto prevê que as cidades com o maior número de idosos serão: Andirá (5.424), Ibaiti (7.799), Jacarezinho (8.942), Siqueira Campos (5.414), Santo Antônio da Platina (11.969) e Wenceslau Braz (4.590).

Em todo Estado, a população de 0 a 14 anos deve passar de 20,8% em 2017 para 14,6% do total do Estado. A população idosa, por sua vez (65 anos e mais) passa de 9,2% para 19,9% no período. O diretor de pesquisas do Ipardes Daniel Nojima explica que essa tendência é verificada em todo Brasil e está associada ao declínio da natalidade e à ampliação da expectativa de vida. Quem compartilha da mesma opinião é o vice-prefeito de Wenceslau Braz Carlos Alberto Simão (PDT) que associa a queda populacional dos municípios ao controle de natalidade. Segundo ele, recentemente o município desenvolveu junto ao Instituto Emater um levantamento que apontou a mesma queda nos próximos anos.

O prefeito de Siqueira Campos Fabiano Bueno (PSB) comentou que a crise nacional tem afetado significativamente todos os municípios, principalmente os menores. Isso faz com que aconteça o êxodo populacional para os grandes centros atrás de oportunidades. Nesse ritmo, as cidades bem estruturadas economicamente, através de polos industriais acabam acumulando um número populacional maior. Como a previsão de Siqueira Campos crescer aproximadamente dois mil habitantes, o prefeito aponta que junto a sua equipe estão trabalhando para criar mecanismos para suportar a tendência de recebimento populacional acima da média estadual.

Confira a projeção populacional dos municípios para 2040:

Abatiá 6.000

Andirá 15.909

Barra do Jacaré 2.480

Cambará 24.047

Carlópolis 13.337

Conselheiro Mairinck 4.097

Figura 7.379

Guapirama 3.242

Ibaiti 32.800

Jaboti 5.600

Jacarezinho 33.277

Japira 4.361

Joaquim Távora 13.069

Jundiaí do Sul 2.924

Pinhalão 5.643

Quatiguá 7.173

Ribeirão Claro 9.288

Ribeirão do Pinhal 11.039

Salto do Itararé 4.053

Santana do Itararé 4.110

Santo Antônio da Platina 45.437

São José da Boa Vista 5.098

Siqueira Campos 22.474

Tomazina 6.881

Wenceslau Braz 16.516