Com apoio do Estado, cidades constroem 3 mil km de calçadas

São 5,8 milhões de metros quadrados de passagens para pedestres, construídos nos últimos seis anos.

O governo estadual construiu quase 3 mil quilômetros lineares de calçadas em todo o Paraná. A estimativa, calculada por técnicos da Secretária de Estado de Desenvolvimento Urbano, leva em consideração as novas calçadas feitas por meio do Calçadas Paraná e as erguidas em conjunto com obras de recapeamento e de urbanização. Na imagem a rua, Capitão Leonardo Graziano. Araucária,20,07,2017 Foto: Jaelson Lucas / ANPr

As cidades paranaenses avançaram em conforto e segurança para as pessoas. Nos últimos seis anos, as ruas dos municípios receberam 5,8 milhões de metros quadrados de calçadas – ou quase 3 mil quilômetros lineares, o que equivale a distância entre Curitiba e Maceió, capital do Alagoas, no Nordeste do Brasil. Todos os 399 municípios foram beneficiados com esta melhoria, que garante mais mobilidade, principalmente, às pessoas com deficiência, idosos, gestantes e mamães com carrinho de bebê.

O cálculo, feito pela Secretária de Estado do Desenvolvimento Urbano, inclui as obras feitas pelo Calçadas Paraná, que é o maior programa deste tipo de construção da história do Estado, e as feitas em conjunto com obras de recapeamento e de urbanização. “Há uma preocupação do Governo do Estado em fazer as cidades mais para as pessoas do que para os carros. Por isso, não se resolve apenas o pavimento da rolagem dos veículos, mas também o espaço para a passagem das pessoas”, diz Wilson Bley Lipski, superintende executivo do Paranacidade.

FACILIDADE – De acordo com Lipski, os municípios conseguem mais facilmente financiamento junto ao governo estadual se apresentarem projetos de pavimentação de ruas que contemplem construções de calçadas para pedestres. “Não é uma regra absoluta, mas é o que a gente recomenda. Posso dizer que há calçamento em cerca de 80% das obras de urbanização do Estado”, explica.

Desde o início deste ano, 285 municípios foram autorizados a encaminharem processos para obter crédito para projetos de infraestrutura urbana junto ao governo estadual. No total, os investimentos previstos somam R$ 500 milhões.

ARAUCÁRIA – Um dos municípios a buscar financiamento foi Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. Em parceria com o governo estadual, a cidade construiu cerca de 159 mil metros quadrados (77 quilômetros lineares) de calçadas, o que agradou à população.

“Agora está bem melhor. Antes, muitas vezes eu tinha que andar com o carrinho de bebê na rua, perto dos carros”, diz a atendente de panificadora Ana Flávia Monteiro. “As novas calçadas agora dão mais segurança, já que não há buracos como antigamente, e melhoram a acessibilidade dos pedestres”, relata o comerciante Francisco Menegatti, 52.

Em maio deste ano, o prefeito Hissam Hussein esteve no Palácio Iguaçu para buscar mais R$ 20 milhões de financiamento junto ao Governo do Estado para pavimentação de ruas, calçadas e aquisição de equipamentos para obras de infraestrutura.

“Estamos empenhados para que todos os bairros de Araucária seja pavimentados, com calçamento adequado, proporcionando cada vez mais acessibilidade à população”, diz o prefeito.

INTERIOR – Outro exemplo é Altamira, na região central do Paraná. Em seis anos, o total disponibilizado em financiamento para melhoria urbana do município foi de R$ 2 milhões. “Com isso, conseguimos construir 5 mil metros quadrados de novas passagens para pedestres e reduzir em 30% o déficit de calçadas do município”, conta a prefeita Elza Aparecida da Silva. Segundo a prefeita, não foi só a cidade, que tem pouco mais de 4 mil habitantes, que ganhou uma cara nova. “Até a autoestima dos moradores daqui melhorou”, conta a prefeita.

Projeto Calçadas Paraná prioriza acessibilidade

Lançado em 2013, o Calçadas Paraná, realizado com recursos do governo estadual, é considerado um dos maiores programas de acessibilidade do Brasil. Pelo programa, as ruas recebem calçadas nas duas laterais, meio-fio, iluminação, sinalização, lixeiras, quadras completas, rampas de acesso e urbanização adequada a cada local.

Na primeira etapa, o programa contemplou 31 municípios pequenos, que receberam R$ 300 mil para construir 120,9 mil metros quadrados de calçadas e fazer urbanização.

“São obras em todo o Estado que geram qualidade de vida para a população e trazem segurança aos moradores dos bairros nas cidades”, diz o coordenador de operações do Paranacidade, Ricardo Mueller. “Via urbana não é só para carros, mas para pedestres também, por isso deve ser bem planejada”, acrescenta.