Audiência vai debater possibilidade da extinção da Zona Eleitoral

Consulta pública pode decidir destino do Fórum Eleitoral de Santo Antônio da Platina

Foto: Antônio de Picolli / Tribuna do Vale

O juiz eleitoral de Santo Antônio da Platina, Júlio Cesar Michelucci Tanga e a chefe da 22ª Zona Eleitoral, Ana Paula Pavanini Navas promoverão uma audiência pública para consultar a comunidade platinense sobre a extinção ou remanejamento do Fórum Eleitoral da cidade. A consulta está marcada para iniciar às 18 horas de quinta-feira 06, na sede do Fórum Eleitoral, localizado na rua Rui Barbosa, 212, no centro da cidade.

O rezoneamento faz parte das resoluções do TSE 23.422 e 23.520 e vai acontecer em todo o Brasil. De acordo com alguns critérios da resolução, muitos municípios perderão seus fóruns eleitorais e os eleitores terão que tratar de seus direitos políticos em cidades vizinhas. A medida, de acordo com o TSE, visa economizar custos com a manutenção dos cartórios eleitorais, principalmente, nas cidades com menos de 100 mil habitantes.

Segundo Ana Paula Navas, o resultado da consulta pública constará em ata que será enviada para o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, paraprovidências necessárias.

“A vontade da população estará registrada em Ata e isso é muito importante na hora que for decidido o destino das zonas eleitorais. Essa audiência pública é uma forma do eleitor lutar para não perder o que já foi conquistado”, disse convidando todas as pessoas interessadas na permanência do Fórum Eleitoral de Santo Antônio da Platina a comparecerem ao evento. “Estamos abertos à população em geral. Todo platinense que queira manter a zona eleitoral na cidade deve expressar sua vontade no encontro dessa noite”, concluiu.